sábado, 30 de junho de 2012

Tradição na transmissão de cargo no Rotary é feita através da batida do sino




A noite da última terça-feira foi marcada pela emoção. Emoção de quem deixava o cargo, como o presidente do Rotary Clube de Campos São Salvador, Ricardo Cruz, que administrou o clube no último ano, e do novo presidente que assumia em seu lugar, Claudinier Neves, para a sua segunda gestão à frente desse clube que vem prestando relevantes serviços à sociedade de Campos dos Goytacazes.
O sino com a logomarca do Rotary International, possui sua tradição na história das reuniões de todos os clubes rotários ao redor do mundo. Em Campos dos Goytacazes, não poderia ser diferente, uma vez que a cidade possui cinco clubes rotários, sendo que um deles, o Rotary Clube de Campos está entre os mais antigos do país.
Na última terça-feira, depois de tantas homenagens ao presidente que saía, o momento tão esperado chegou. Na última batida do sino, feita pelo presidente Ricardo Cruz, este, chamou o presidente que assumia, Claudinier Neves e sua esposa, Maria Cândida, que assumem o comando, e na presença do casal governador distrital, Paulo Coretti e Leila, ambos os presidentes tocaram o sino pela última, e primeira vez.
A posse de Claudinier Neves, será realizada excepcionalmente na próxima quinta-feira, dia 5 de julho, em uma noite festiva, onde estarão presentes todos os clubes rotários da cidade, além do Rotary Kids São Salvador e do Interact Professora Carmen Carneiro (fundado nesta mesma noite). 

video

quinta-feira, 21 de junho de 2012

LinkedIn é processado em US$5 mi por vazamento de dados




Por Basil Katz | Reuters

20 Jun (Reuters) - Uma moradora de Illinois iniciou um processo no valor de 5 milhões de dólares contra o LinkedIn, dizendo que a rede social violou promessas a consumidores ao não ter uma melhor política de segurança quando mais de 6 milhões de senhas de clientes foram roubadas.
O processo foi registrado em um tribunal federal em San Jose, California, em 15 de junho, menos de duas semanas após as senhas roubadas aparecerem em sites frequentados por hackers.
O ataque ao LinkedIn, sediado em Mountain View, California, um site de empregos e de relacionamentos profissionais com mais de 160 milhões de membros, foi o mais recente vazamento de dados corporativos de grandes proporções a atrair a atenção de advogados.
Um colegiado judicial federal consolidou na semana passada nove processos que buscam estatuto de classe em um tribunal federal em Nevada contra a vendedora online de sapatos Zappos, uma unidade da Amazon, por conta da divulgação em janeiro de que hackers haviam roubado informações que afetam 24 milhões de usuários.
O processo contra o LinkedIn foi registrado pela usuária do site Katie Szpyrka, de Illinois. Em documentos jurídicos, seu escritório de advocacia sediada em Chicago, Edelson McGuire, disse que o LinkedIn havia "enganado clientes" ao ter uma política de segurança "em clara contradição com os padrões aceitos do mercado para segurança de banco de dados".
A porta-voz do LinkedIn Erin O'Harra disse que o processo não tem mérito e foi elaborado por "advogados que estão tentando tirar vantagem da situação".

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Brasil é o país que mais pede retirada de conteúdo do Google


O Google divulgou nesta segunda-feira, 18, um relatório de transparência sobre a retirada de conteúdo de seus serviços. Segundo a companhia, o Brasil lidera o número de requisições entre os meses de junho e dezembro de 2011.
Brasil lidera lista para retirada de conteúdo do Google
Foram 128 pedidos de retirada de conteúdo, sendo 69% atendidos. Em dezembro do ano passado, uma ordem judicial resultou no cancelamento de quatro perfis do Orkut relacionados a campanhas políticas.
Os dados do Google revelam que a solicitação de retirada de conteúdo é feita por motivos diferentes nos diversos países, como difamação e a violação de leis locais.
O relatório de transparência divulgou ainda o número de pedidos por dados pessoais de usuários. Seguido por Estados Unidos e Índia, o Brasil aparece em terceiro lugar, com 1.615 requisições e 90% delas atendidas.
Desde 2010, esta é a quinta vez que o Google publica o documento. A divulgação completa dos dados está disponível no site (em inglês).
*Texto publicado originalmente em O POVO Online.